RESENHA: Episol Color

By Leticia Milani - 14:52

Hello meuxxxxx amores! 
Estou testando um produtinho novo pelo menos para mim hahaha de pele, que é tudo que a gente precisa: útil, prático e tem uma cobertura boa para o dia a dia. 
E como não adianta fazer mistério porque vocês já leram o nome do produto ali em cima, vamos aos prós e contras do melhor protetor solar com cor que já testei: pode entrar, Episol Color. hahaha 
A descrição na embalagem diz o seguinte: 
"Mantecorp Episol Color Base Protetor Solar FPS 30 protege a pele imediatamente após sua aplicação. Formulado com um conjunto de filtros químicos e físicos, dentre eles a Benzofenona 3, Homosalato e o Dióxido de Titânio, que oferecem alta proteção contra os efeitos nocivos dos raios UVA e UVB, prevenindo o envelhecimento precoce e o câncer de pele. Possui também Ceramidas, uma substância que faz parte da estrutura da pele que desenvolve o reparo cutâneo, retendo água e garantindo a hidratação da pele, e Extrato de Chá Verde e Tocoferol, com propriedades antioxidantes notáveis, pois neutralizam os radicais livres gerados pela radiação solar e previnem os males causados pelo sol. Contém Agentes de Textura que proporcionam efeito mate (efeito antibrilho) e Pigmentos de origem mineral capazes de difundir a luz, disfarçando pequenas rugas, linhas de expressão e imperfeições da pele.Mantecorp Episol Color Base Protetor Solar FPS 30 mantém a pele protegida contra os raios ultravioletas e queimaduras solares com elevado grau de proteção contra os efeitos imediatos e cumulativos da exposição ao sol. É um protetor solar com efeito base indicado para todos os tipos de pele, inclusive as sensíveis. Tem textura foundant, ou seja, ela se torna fluida durante a aplicação, com um toque seco ao final. Hipoalergênico. Não comedogênico. Sem perfume e corante."

Ok Lê, mas ele cumpre o que promete?

No meu caso, está cumprindo muito bem. 
Minha pele é muito oleosa, e como estamos no verão, tende a ficar ainda mais. Sempre uso pó para selar produtos cremosos, mas no caso desse protetor, não senti essa necessidade. Ele se comporta muito bem sozinho, mesmo quando está calor.  
Sobre a cobertura, como vocês podem ver na foto abaixo, tenho algumas manchinhas no rosto e além disso, no dia da foto estava com uma espinha saltando da testa. O produto não é uma base de alta cobertura, óbvio, mas cobre significativamente mais do que outros protetores e até alguns BB Creams, como o da Maybelline. Enfim, é um produto de cobertura leve. 



O modo de uso indicado pela marca: 
"O produto deve ser aplicado em abundância e uniformemente sobre a pele seca antes da exposição ao sol, ou sempre que necessário. Se a quantidade aplicada não for adequada, o nível de proteção será significativamente reduzido. Reaplique sempre o produto após transpiração excessiva, exercício físico, mergulho, exposição prolongada ao sol ou após secar-se com toalha, a fim de assegurar sua eficácia. Adapte a frequência de uso do produto à sensibilidade de sua pele. Este produto é contraindicado para uso em crianças."

Como eu aplico: faço pontinhos no rosto todo com o produto, como se fosse uma base mesmo, e espalho com os dedos. Como um protetor solar translúcido mesmo, sem segredos. E o melhor é que ele não fica manchado na pele <3

Transferência, temos aí um ponto que eu valorizo bastante em um produto. É impossível uma base, por melhor que seja, não transferir. Tenho plena consciência disso, até porque com o Episol eu não uso pó para selar. Mas sejamos justos, como vocês podem ver no papel aí em baixo, é um produto que transfere bastante. Passei o papel logo depois de aplicar o protetor e tirar a foto, e saiu isso aí. É muuuito produto, eu sei. Depois que saiu esse excesso de produto, porém, a transferência diminuiu consideravelmente. Meu celular não ficou manchado com cor de base quando usei hahaha 



Apesar de ter saído bastante produto no papel, a cobertura continuou muito boa. Eu pressionei o papel no lado direito da bochecha, e a cobertura continuou intacta, 
Nas fotos abaixo, eu finalizei a maquiagem fazendo a sobrancelha e passando um pouquinho de rímel. Não passei mais nada na pele a não ser o protetor. 
Depois de seis horas usando o produto, o resultado foi o da segunda foto. Como vocês podem ver, o produto praticamente sumiu, então se eu fosse sair de novo, reaplicaria mais uma camada por cima dessa. 
Lembrando que o indicado por dermatologistas é reaplicar o protetor solar ao longo do dia, então nada mais justo. Não reapliquei porque quando cheguei em casa já era de noite hahaha



Eu uso a cor Pele Clara, e mais um ponto positivo para o Episol: não me deixa laranja, como a maioria dos produtos de pele.
Considerações finais: vale a pena? 
Sim, como disse no início do post,é o melhor protetor solar com cor que já usei e, no meu caso, ganha dos BB creams da Maybelline e da Loreal, sendo o último meu BB Cream preferido. 
Sobre o preço, você vai encontrar em torno de 70 reais, que foi mais ou menos o que paguei no meu. Comprei em uma farmácia em Curitiba, mas dá para encontrar tranquilamente em qualquer farmácia ou na internet. 
O único ponto que não gostei é a duração, mas tudo bem, porque o produto não promete (e nem pode, por ser um protetor solar), longa duração. 
E aí, vocês já testaram esse produtinho? Gostam? 
Me contem aqui em baixo :)
Beijoxxx, 
até semana que vem <3


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários